Rui Mangueira nega ter pedido demissão

Rui Mangueira nega ter pedido demissão

Nos termos do artigo 64.º da Lei de Imprensa, publicamos o direito de resposta enviado pelo Dr. Rui Mangueira relativamente ao artigo “ Embaixador de Angola no Reino Unido apresenta demissão”

” Fiquei preocupado com o conteúdo da notícia publicada no Jornal Online Correio da Kianda, de 27/7/2019, na qual o redactor indica factos não verdadeiros, sobre a minha conduta como diplomata, pois em momento algum apresentei uma carta de demissão ao Presidente da República de Angola.

Devo esclarecer que tenho muita honra e orgulho em servir Angola sob a liderança de Sua Excelência João Manuel Gonçalves Lourenço, Presidente da República de Angola. Devo ainda acrescer que tenho um profundo respeito, consideração e estima pelo nosso Presidente da República e acima de tudo declaro, que só tenho a agradecer a oportunidade que me deu, ao nomear-me para exercer as funções de Embaixador Extraordinário e plenipotenciário de Angola no Reino Unido da Grã Bretanha e Irlanda do Norte.

Por outra parte, sublinho que durante gestão de Sua Excelência Manuel Domingos Augusto, Ministro das Relações Exteriores, tenho tido a oportunidade de dar as minhas contribuições, em virtude de uma dinâmica bastante positiva de consultas com os Embaixadores, que tem sido empreendida por este.

Gostaria por isso, de solicitar a publicação deste meu direito de resposta, uma vez que reitero o que afirmei acima; tenho muito orgulho em servir o nosso país sob a liderança de Sua Excelência João Manuel Gonçalves Lourenço, Presidente da República de Angola e que sempre tive a oportunidade de contribuir positivamente para a actividade do MIREX, em virtude da dinâmica de consultas empreendida por Sua Excelência o Sr. Ministro das Relações Exteriores.

Rui Jorge Carneiro Mangueira
Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola no Reino unido da Grã Bretanha e Irlanda do Norte

Related posts

Leave a Reply